RN Saúde - Assistência Médica

Notícias e Eventos

VOCÊ NÃO PRECISA ESTAR DE JEJUM PARA REALIZAR ALGUNS EXAMES LABORATORIAIS. CONFIRA

Nós garantimos mais praticidade pra você, O Hapvida informa que, para alguns exames, você não precisa estar de jejum. A falta de obrigatoriedade de jejum para exames de sangue permite que você realize a coleta em horários de maior flexibilidade, evitando o maior fluxo de pessoas nos laboratórios.

1. Para exames de sangue, não é necessário autorização, nem marcação. Basta levar a guia que o médico lhe deu, junto com a sua carteira, e se dirigir a qualquer um de nossos laboratórios.
2. Os únicos exames que necessitam de jejum, são: Peptídeo C, Glicemia, Curvas Glicêmicas, Curvas Insulinêmicas, Tolerância à Lactose, Tolerância à Glicose, Absorção de xilose. Lembre: beber um pouco de água não quebra o jejum.
3. Se seu exame não é nenhum desses acima, você não precisa estar em jejum para realizá-lo. Hemograma, colesterol total e triglicérides, além dos exames relacionados à função tireoidiana não precisam de jejum.
4. Na hora da consulta, lembre de sempre confirmar com seu médico a necessidade ou não de jejum para seu exame.
5. Para sua segurança e para proteger quem você ama, sugerimos que você não leve acompanhantes para as unidades. Exceto nos seguintes casos:
idosos a partir de 65 anos;
gestantes;
menores de 18 anos;
portadores de necessidades especiais;
exames que exigem a presença de acompanhamento.
6. Se precisar sair de casa para atendimento, lembre de ir de máscara, levar álcool em gel e respeitar o distanciamento social.
7. Caso ainda tenha alguma dúvida, entre em contato com nossa Central Interiores: 0300 313 36 33 (opção 2), Capitais: 4020-1906 ou fale com a gente pelas redes sociais.

No Brasil, é cultural que os laboratórios estejam mais cheios no período da manhã, já que a maioria das pessoas acredita que o jejum é obrigatório para os exames de sangue. De acordo com a superintendente de serviços de diagnóstico por imagem e laboratorial do Sistema Hapvida, Cidéria Costa, estudos recentes indicam que o consumo de alimentos antes da realização dos exames, desde que habituais, causam baixa ou nenhuma interferência nas análises.
“De acordo com a normatização atual, a flexibilização do jejum evita que o paciente diabético, por exemplo, corra o risco de uma hipoglicemia por conta do jejum prologando. Outro benefício decorrente da flexibilização é a otimização do fluxo de coleta, com mais horários disponíveis para atendimento. São poucos os exames que necessitam de jejum hoje, e geralmente estão relacionadas a glicemia. Os demais exames podem ser realizados sem jejum ou de acordo com a solicitação médica”, explica Cidéria.

Como posso ajudar?